Sexta-feira, 15 de Junho de 2012

No trabalho...

sou (para além de outras coisas...) responsável do tratamento de todos os resíduos industriais e banais.
Traduzido pour miúdos: papel, cartão, plásticos, vidro e madeira é o mais comum e depois são os cartuchos utilizados para as impressoras, os aérossois, a pintura, o cloreto de ferro, as pilhas e baterias, tento na medida do possível enviar para a reciclagem, reutilização ou tratramento adequado.

Isto para dizer que vejo muita treta, muita mesmo. Parece que ninguém se importa com a reciclagem, bora lá fazer o que dá mais jeito e menos trabalho.
Ontem, passei uma hora a separar cerca de 2500 folhas (não as contei, mas era da altura dum cartão de folhas brancas para impressão) entre as folhas brancas, folhas impressas com uma só linha por página, e folhas que estavam completamente escritas que nem davam para rascunho. Tudo foi para aproveitar: criei um espaço na Reprografia onde há um cartão para reciclar o papel, um gaveta cheia de folhas de rascunho, e um anúncio a explicar tudo bem explicadinho, não se vá dar o caso de um atrasado mental decidir baralhar aquilo tudo.

 

******

 

Quando cheguei hoje de manhã, um idiota tinha imprimido um monte de folhas, quase de certeza ao tentar imprimar alguma coisa da internet. Pessoal que não sabe o que faz... porque as folhas tinham duas linhas escritas em cada página, não se percebia nada.
E depois, na maior, pega em tudo e pousa em cima da mesa da Reprografia, na maior das confusões..; e vai-se embora.

Quando cheguei hoje de manhã e vi a bagunça, larguei um nome feio que não vou repetir aqui. Um colega perguntou qual era o problema eu incapaz de falar mostrei o meu desarreio.
O comentário dele foi "Não te sabia assim tão maníaca".

Não, não é mania.
É tristeza quando vejo a falta de respeito por um trabalho que fiz.

voado por Sem Asas às 08:16
link do post | voar | favorito

*Hora de Paris

*Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*links

*divagações recentes

* to sleep all the night...

* Tombos

* Do tempo passado na cozin...

* parvoíces da minha adoles...

* Hoje sonhei contigo

* FERIAS!!!!!!!

* 30 Ways To Learn To Love ...

* o fim do ano lectivo está...

* Aujourd'hui, je me fous l...

* Futebol, Festival e Fatim...

* e é assim, que no meio do...

* este blog, como a sua mag...

* o ritual da manhã

* Não devia ter feito isto,...

* De férias, de novo

* "Às vezes o amor não acab...

* Sonho

* "O lado triste de quando ...

* Dos milagres caseiros

* Curtas mas boas - Nelson ...

*divagações arquivadas

* Agosto 2017

* Julho 2017

* Junho 2017

* Maio 2017

* Abril 2017

* Março 2017

* Fevereiro 2017

* Janeiro 2017

* Dezembro 2016

* Novembro 2016

* Outubro 2016

* Setembro 2016

* Agosto 2016

* Julho 2016

* Junho 2016

* Maio 2016

* Março 2013

* Fevereiro 2013

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Junho 2012

* Janeiro 2011

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

*pesquisar

 
blogs SAPO

*subscrever feeds